Jogos a seguir..

Ashes of the Singularity é um RTS, que se passa numa era de conquista espacial. Planetas, recursos, facções são os motes do jogo..

+infos: http://www.ashesofthesingularity.com/

Battlefleet Gothic: Armada (PC) é um RTS que tem por base o universo de Warhammer 40.000. Com uma forte ênfase em batalhas espaciais.

+infos: http://www.battlefleetgothic-armada.com/

Tags : ,

E a consola mais cara de todos os tempos é..

De acordo com um estudo feito, e aos preços de hoje a consola mais cara de todos os tempos pertence à nintendo em 1990 :P

a consola:
nintendo 1990

Tags :

Literatura sobre videojogos

Aqui fica um link para literatura sobre videojogos:

http://www.ludoscience.com/EN/ressources/bibliographie/index.html

Tags :

Isto sim.. é uma sala de videojogos

+infos(site): LINK

Tags :

Livros sobre videojogos

Gostava de passar os olhos por:
Understanding Video Games: The Essential Introduction

+infos(amazon): LINK

+infos(google books): LINK

Tags : ,

No DEI.. semana da eng. informática!

Vai decorrer nos próximos dias 6 a 13 de fevereiro a semana de eng informática no DEI/UMinho.

Destaco da programação o seguinte:
Workshop Unity – 2D Platformer (9 de Fevereiro das 9h às 10h45m) por Michael Matias
Talk Joana Almeida – Being Independent: Making games from Code to Art (9 de Fevereiro das 12h às 13h)
Talk João Silva (Crytek) – Concept Art e a Indústria de Jogos (9 de Fevereiro das 14h às 15h)
Talk Belen Albeza (Mozilla) – Game development with JavaScript and Phaser (11 de Fevereiro das 15h30m às 16h30m) por Belén Albeza

Evento gratuito!!

+infos(evento): http://seium.org/

 

Tags : ,

Ler um pouco sobre aprender C++

CppPopularity

a ler para quem quer começar a trabalhar com c++..

+infos(blog): LINK

Perceber mais um pouco de programação

A seguir os videos de Bob Martin no youtube..

Tags :

CE318/CE818: High Level Games Development 2015/2016

Encontrei este página com os conteúdos de uma aula de desenvolvimento de videojogos..  dá que pensar esta forma de partilhar conteudos.  Obrigado ao Professor Diego Perez!

+infos(pagina): http://orb.essex.ac.uk/ce/ce318/

Tags : ,

GameInternals, All theory, no practice

Encontrei este blog com uns posts muito interessantes, acerca do desenvolvimento de videojogos. Gostei particularmente deste: Understanding Pac-Man Ghost Behavior. O autor do blog é o designer Chad Birch.

Neste post é apresentada de forma clara e exaustiva o funcionamento das personagens no jogo do pac-man.

+infos(blog): http://gameinternals.com/

+infos(o post): LINK

Uma análise a ponderar por Jesse Freeman

Develop a mobile game the easy way: Use a framework por Jesse Freeman e também este 4 fundamentals of mobile game design

+infos: http://techbeacon.com/develop-mobile-game-easy-way-use-framework

 

Tags : ,

Livros sobre design de videojogos..

Aqui estão mais alguns livros sobre design de videojogos aos quais eu gostava de pôr os meus olhos:

Game design

Game Design: How to Create Video and Tabletop Games, Start to Finish (LINK)

Game design

Introduction to Game Design, Prototyping, and Development: From Concept to Playable Game – with Unity and C# (LINK)

Game Design Workshop: A Playcentric Approach to Creating Innovative Games, Third Edition (LINK)

The Ultimate Guide to Video Game Writing and Design (LINK)

 

Tags : ,

a ouvir com alguma atenção

Encontrei uma série de vídeos acerca do autor de um livro de nome Jeremy Gibson. Ele fala sobre videojogos, design de videojogos, motores de videojogos.. entre outros temas.

Os vídeos podem ser consultados em:
https://www.youtube.com/user/InformITdotcom/videos

 

Tags :

Um livro a procurar/ler..

“Pensar Videojogos: Design, Arte e Comunicação do autor André Carita”

Sobre o livro:
O livro Pensar Videojogos: Design, Arte e Comunicação do autor André Carita resume uma viagem pela definição aberta dos videojogos. Uma definição que depende da tecnologia, dos criativos e, fundamentalmente, dos jogadores. São eles os principais responsáveis pelo grau de exigência artístico pelos quais estes artefactos digitais hoje se regem. É para eles que a indústria trabalha. É com eles que a indústria evoluiu para um presente actual com videojogos cujo estado da arte conhecemos e tanto apreciamos. É deles que se espera um futuro brilhante que dê consistência à contínua elevação criativa que se tem verificado, sempre com a ambição clara de se atingir patamares nunca dantes alcançados.

“O autor, André Carita, sugere que estamos perante um ontologia do videojogo, a partir do conceito da obra aberta de Umberto Eco e não esquece nem o panorama de uma indústria que vem ganhando protagonismo nem o papel dos jogadores na saga a desvendar. Contextualiza-se, de forma expressiva, o campo de estudos académicos na área dos videojogos ao nível do primeiro ciclo. Numa altura em que as licenciaturas neste campo se expandem um pouco por todo o mundo é importante contar com trabalhos desta natureza para estimular o desenvolvimento da academia nacional, em particular, e da indústria, em geral. O livro Pensar Videojogos: Design, Arte e Comunicação é um trabalho importante para gerar massa crítica neste campo de conhecimento. (…) Uma leitura obrigatória para quem quer perceber alguma coisa sobre a cultura lúdica do século XXI. (Patrícia Gouveia, in prefácio, V-VII).

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Sobre o autor:

André Carita nasceu no Porto em 1984. Doutorado em Belas Artes (especialidade videojogos) pela Universidad Politécnica de Valencia (UPV), Espanha, desde 2012, obteve em 2010 o Diploma de Estudios Avanzados (DEA) e em 2009 o Título de Especialista Universitário. Em 2006 licenciou-se em Tecnologias da Comunicação Multimédia no ISMAI onde também foi Professor. Colaborou nas revistas de videojogos Mega Score e Hype! e GameCultura (Brasil) e foi coordenador, formador e membro da Comissão Científica da 1ª edição do Curso de Especialização Game Design: Pensar o Jogo na Alquimia da Cor (Porto). Investigador na área dos videojogos desde 2002, é membro do CICANT da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) de Lisboa. Professor Auxiliar de várias unidades curriculares da Licenciatura em Aplicações Multimédia e Videojogos da ULHT, está, atualmente, envolvido na orientação e planificação de diversos videojogos a serem produzidos no âmbito académico em Portugal.

+infos(evento): LINK

Tags :

Drivers para a câmara da PS3 no windows 10

Playstation 3 Eye

Andei à procura dos drivers para colocar a câmara da PS3 (PS3 eye) a funcionar no windows 10. Verifiquei que a malta que desenvolveu esses drivers cobra agora 2 dólares por cada download. O windows 10 não faz actualizações automáticas nem reconhece este dispositivo. Surge sempre a mensagem dos drivers que falta instalar para o USB camera-b4.04.27.1

Mas, entretanto encontrei na “russia” um site que os tem (CL PS3 Eye Driver – Windows XP/7/8). Apesar de serem de 2012 parece que funcionam bem e fiz o download de:
20_CL-Eye-Drivers..rar
CL-Eye-Driver-5.3.0.0341.exe
CL-Eye-Platform-SDK-1.6.4.0028.exe

+infos(codelaboratories): https://codelaboratories.com/downloads

+infos(o meu link): LINK

+infos(russia): LINK

Tags : , ,

Dois projetos muito interessantes sobre videojogos

Estão a decorrer no kickstarter dois projetos muito interessantes sobre videojogos, o primeiro é uma campanha para ter acesso a um curso online sobre programação em C++ para o motor unreal

“Learn To Make Video Games – Unreal Developer Course In C++” -> LINK

O segundo é sobre a compra de um livro de dois famosos produtores :)

“The story of the Oliver Twins” -> LINK

Tags : ,

Livros de videojogos

.2014

(2014)Estruturas de Dados com Jogos de Roberto Ferrari

(2014)Fundamentos para o Desenvolvimento de Jogos Digitais de Eucidio Pimenta Arruda

.2013

(2013)Tecnologias de Programação de Jogos de Nuno Magalhães Ribeiro, José Braga de Vasconcelos

 

Tags :

Livros de programação

a ver:

.2015

(2015)Programação em Python – Introdução à programação utilizando múltiplos paradigmas de João Pavão Martins

.2014

(2014)Programação Algoritmos e Estruturas de Dados (3ª Edição) de João Pedro Neto

.2013

(2013)C e Algoritmos de Alexandre Pereira

 

 

 

Tags :

Erro: PAGE_FAULT_NONPAGED_AREA (atikmdag.sys)

instalei o windows 10  e surge volta e meia um problema relacionado com a placa gráfica do portátil. Isto porque o driver da placa não esta actualizado (construído para o windows7) e a solução da AMD/ATI não resolveu o problema.

descobri duas possíveis soluções para isto:

desactivar a opção de sleep mode no portátil

e desactivar a actualização do drivers por parte do windows update

vamos ver como fica e se resulta as duas :)

Lisbon Game Conference

logo

No próximo dia 10 e 11 de novembro vai decorrer no ISCTE (Lisboa) uma conferencia sobre videojogos.. para além das palestras vão existir vários concursos, com prémios :)

+infos(oficial): http://lisbongameconf.iscte-iul.pt/

Tags : ,

Udemy code

Para se obter código de descontos no udemy :P

LINK 1

LINK 2

Testei e funcionou..

Tags :

15 Free Books for People Who Code

Excelente referencial por Jacob Gube sobre o que é programar :)

+infos(fonte): http://sixrevisions.com/lists/free-books-code/

Tags : , ,

Crónica: A nova vaga de videojogos portugueses

Crónica:   A nova vaga de videojogos portugueses por Ivan Barroso

A nova vaga de videojogos portugueses
Portugal tem potencial. Acho que isto já não é novidade nenhuma. E aos poucos o trabalho surge. Até ao momento, já houve um deslumbre da nova vaga de títulos Made in Portugal

Já passou um ano desde que o primeiro Microsoft Game Dev Camp decorreu e, provavelmente, este evento criou uma espécie de faísca no desenvolvimento de jogos em Portugal, ou, pelo menos, ajudou a criar um ecosistema que não existia. Agora que a data da segunda edição foi anunciada (12 de Setembro), espera-se que a mesma energia continue.

Na edição do ano anterior, muitos jogos foram anunciados ou apresentados pela primeira vez ao grande público, e entre todos os títulos anunciados, são poucos os que ainda não viram a luz do dia. “Hush”, da GS78, já foi lançado, assim como “Projec Shrooms”, da Immersive Douro, “Parigami”, da Awesome, e “Smash Time”, da Bica Studios. Mesmo assim, ainda faltam: “Greedy Guns”, da Tio Atum, “Between me and the Night”, da Raindance Studios, “Cosmonaut”, da Ground Control Studios, e “Nobu: Fat Revenge” da Binnary Pig. Felizmente, estes todos estão na recta final de desenvolvimento.

Jogos à vista!
Portugal tem potencial. Acho que isto já não é novidade nenhuma e, aos poucos, o trabalho surge. Até ao momento, já houve um deslumbre da nova vaga de títulos Made in Portugal. Exemplos disso são a produtora nacional Fun Punch, que venceu o Microsoft Pizza Night deste ano, com o seu “Super Battle Arena” (nome provisório), e é sem dúvida um dos títulos mais aguardados, misturando competição entre dois jogadores num jogo inspirado na personagem Nidalee de League of Legends. A Biodroid dividiu-se em várias outras empresas, tendo dado lugar à B5 em Lisboa, que esteve na Gamescom 2015 para apresentar o seu novo puzzle para telemóveis, o “Drawn to Light”. A Norte temos a Amplify Studios, que está a trabalhar no “Decay of Logos”, um action adventure que promete. Recentemente surgiu a Dsquare Games, co-fundada por Ivo Canelo, que passou pela Massive/Ubisoft e trabalhou no” Tom Clancy’s The Division”, mas voltou a Portugal para apostar no universo Indie. Neste momento está a trabalhar no RTS, “Inner Sea”.

Em termos individuais, há igualmente cada vez mais pessoas em Portugal a fazer trabalho remoto para grandes empresas. Henrique Lopes, em Lisboa, tem-se destacado como 3D Prop e Environment artist, no novo “ARK: Survival Evolved”, enquanto, Pedro Camacho, na ilha da Madeira, fez a banda-sonora para títulos como “Star Citizen”, “Civilization V” e “Witcher 3”.

Mas não é só em intrépidos aventureiros que Portugal se tem destacado. Com tanto a decorrer, isto não tem passado despercebido em termos internacionais. Prova disso é que, há relativamente pouco, a empresa Marmalade, uma das gigantes do sector mobile, abriu uma filial em Portugal. Está agora a fazer “companhia” à Miniclip (“Gravity Guy”, “8 Ball Pool”, “Hambo”), que se encontra entre nós desde a década passada.

Em suma, está muito a acontecer em Portugal, e neste pequeno texto toquei somente na ponta do iceberg. Existem mais títulos a ser planeados para várias plataformas – consolas, computadores, mobile – e é mais que notório que a qualidade está a crescer em Portugal.

Uma vez, o super veterano Filipe Pina, da Nerd Monkeys, disse-me: “O mais importante quando estás a fazer um jogo é conseguir acabá-lo e publicá-lo. Só assim é que se consegue evoluir.” E é exactamente isso que se está a decorrer em Portugal. No dia 12 de Setembro, na segunda edição do Microsoft Game Dev Camp, lá estarei para ver como está a ser a nossa evolução.

+infos(fonte): LINK

Tags : ,

Um venda de um videojogo

Aqui está uma história contada na primeira pessoa sobre o lançamento e venda de um videojogo..

+infos(venda): http://yachtclubgames.com/2014/08/sales-one-month/

Tags :