Category: sistemas operativos 1

[s01] colocar os guest additions do virtual box a funcionar

Tenho instalado o lubuntu (na virtualbox) e não estava a conseguir partilhar (copy+paste) infos entre o lubuntu e o windows. Depois de várias tentativas verifiquei que não é só apenas fazer o share biderecional nos settings do virtual box é necessário também fazer o download da ISO dos (VBoxGuestAdditions_5.1.8.iso) e de seguida associar essa ISO à máquina virtual. Então os passos que fiz foram

  1. fazer o download da guest additions, no meu caso VBoxGuestAdditions_5.1.8.iso
  2. associar esta ISO à máquina virtual indo aos settings e de seguida storage, clicar na optical drive do controller IDE e fazer clique no icone com um CD e choose virtual optical disk file
  3. entrar no sistema lubuntu na maquina virtual e abrir a pasta do “CD”
  4. abrir uma janela de terminal e correr o ficheiro com “sudo VBoxLinuxAdditions.run”
  5. esperar… esperar e de seguida vai surgir uma mensagem a indicar que devemos reiniciar
  6. reiniciar a maquina virtual e já está :) até o folder partilhado apareceu :P
  7. já podemos voltar aos settings -> storage e remover a ISO..

e é tudo :)

+infos(VBox): LINK 

Tags : ,

exercicios de SO – Exemplo Teste Bash

usando apenas uma linha de comandos, crie um ficheiro pessoas.txt que contenha os nomes completos dos utilizadores dos sistema cujo nome começa por uma vogal e têm como apelido “Silva”. A informação deverá ser apresentada por ordem alfabética

usando apenas uma linha de comandos, crie um ficheiro tamanho.txt que contenha o nome dos ficheiros regulares (não deve incluir pastas e atalhos) da directoria corrente, ordenados por ordem decrescente do tamanho ocupado em disco

Tags : , ,

exercicios de SO – ficha 3

1. Utilizando programação em Bourne Shell, construa o comando compara que recebe 2 inteiros e mostra qual a relação existente (igual, maior, menor) entre eles. O resultado do
comando deverá seguir o seguinte formato:
f1_tab5

2. Construa o comando tipo que identifica o tipo do ficheiro dado como argumento (“directoria” ou “ficheiro”) e a propriedade de “executável”. Deve-se-á prever o caso em que o ficheiro não existe. O resultado do comando deverá seguir o seguinte formato:

f1_tab6

 

 

3. Construa o comando pot2, que apresenta as potências de 2 ate 10. O resultado do comando
deverá seguir o seguinte formato:

f1_tab7

4. Crie um script em Bourne Shell que permita calcular o factorial de um número. Para esse
efeito, deverá receber da linha de comandos o número cujo factorial se pretende calcular e
apresentar no monitor o valor do factorial.

f1_tab8

5. Construa o comando utilizadores, que permita visualizar todos os utilizadores do sistema
ordenados pelo grupo primário a que pertencem. O resultado do comando deverá seguir o
seguinte formato:

f1_tab9

6. Construa um script em Bourne Shell denominado executa que receba como argumento o
comando a executar e apresente, separadamente, no ecrã os seguintes dados: comando,
resultados e erros. O resultado do script deverá seguir o seguinte formato:

f1_tab10

7-i. Analise o comportamento dos seguintes shell scripts, descrevendo o que está a ser
executado em cada linha:

f1_tab11

7-ii.

f1_tab12

7-iii.

f1_tab13

Tags : , ,

exercicios de SO – ficha 2

1. crie um ficheiro de nome “info.txt” com o seguinte conteúdo:
Coimbra, 1 de Abril de 2014
Hoje e dia de festa.
Fim do ficheiro

2. adicione os seguintes grupos ao sistema
Grupo
so
Coimbra

3. adicione os seguintes utilizadores ao sistema:
f1_tab4

4. visualize, página a página, o conteúdo do ficheiro ‘passwd’, existente na directoria /etc

ou

5. mostre o login, o numero do grupo, nome completo e pasta pessoal dos utilizadores dos sistema que tenham com o grupo primário ‘so’,

5b. guardando essa informação num ficheiro de nome ‘alunos_so’

6. mostre o 3º, 4º e 5º caracteres de todas as linhas de ‘alunos_so1’.

6b. Mostre de seguida os 8 primeiro caracteres

7. mostre a coluna correspondente aos logins, no ficheiro ‘alunos_so’

8. visualize o conteúdo do ficheiro ‘alunos_so’ de forma a mostrar apenas o login e o nome completo de cada utilizador

9. repita o exercício anterior, mas utilize o carácter tab como separador. experimente com outros separadores

10.  redireccione o output do exercício 6 para um ficheiro designado ‘pessoas’

ou

11. visualize o ficheiro ‘alunos_so’, ordenado alfabeticamente pelo login

ou

12. mostre todas as linhas do ficheiro ‘pessoas’ que contenham a palavra “Manuel”

12b. e em seguida visualize também o numero da linha em que elas se encontram

13. visualize todas as linhas do ficheiro ‘alunos_so’ que contenham um “0” seguido do carácter “1” ou “2”

14. liste a informação de todos utilizadores existentes no ficheiro ‘alunos_so’ cujo login comece por “a” ou “b”

ou

15. liste todos os nomes completos existentes no ficheiro ‘alunos_so’ que contenham a palavra “Antonio”

15b. e de seguida aqueles cujo primeiro nome seja “Antonio”

16 crie um ficheiro com o nome completo dos utilizadores do sistema que tenham como apelido “santos” ou “Santos”. Este ficheiro devera estar ordenado por ordem alfabética

17. mostre o numero total de palavras existentes na penúltima linha do ficheiro ‘info.txt’

18. mostre todos os grupos existentes no sistema e receptivo GID, separados pro um espaço. Esta informação deverá estar ordenada pelo nome do grupo.

19. mostre todas as entradas do sistema de ficheiros cujo nome contém a terceira palavra da linha número 2 do ficheiro ‘info.txt’

20 que linha de comandos retorna o numero actual de vezes que o utilizador “ana” esta logado no sistema?

 

Tags : , ,

exercicios de SO – ficha 1

1. verifique o caminho da sua directoria pessoal. qual o resultado do comando id? vá até a directoria raiz, e tente ver que subdirectoras aí existem.

2. criar um ficheiro de nome ‘resposta.txt’ com as respostas da ficha

3. crie uma estrutura de subdirectorias na sua directoria pessoal

3b. listar recursivamente a sua directoria pessoal

4. desloque a directoria ‘pdfs’ para a sua directoria pessoal

4b. remova a directoria ‘material’

5. liste os ficheiros da directoria ‘/home’ e das subdirectorias que se encontram dentro da mesma, de uma forma recursiva

6. encontrar o comando pwd que encontra-se numa directoria de nome ‘bin’. tente encontrá-lo utilizando os comandos ‘cd’ e ‘ls’

7. volte novamente para a sua directoria. uma vez aí, crie uma subdirectoria de nome ‘teste’

8. crie dentro da directoria ‘teste’ outras directorias, de forma a obter o caminho seguinte: ‘~/teste/so/labs/

9. remova estas directorias todas, deixando apenas a directoria ‘teste’

10. crie um fcheiro de nome ‘dados.pessoais’ com os seus dados pessoais (nome, morada, telefone, código postal, curo, ano do curso, data de nascimento, Bi, etc).

10b. Acrescente mais 30 linhas ao ficheiro

11. visualize o conteúdo do ficheiro ‘dados.pessoais’ com pausas

12. mude o nome de ‘dados.pessoais’ para ‘dados.txt’ e coloque-o na directoria ‘teste’

13.acrescente a frase ‘Fim de fichero’ no fim do ficheiro ‘dados.txt’, sem usar qualquer editor de texto

14.como deve ter reparado ao resolver o exercício 5, em algumas directorias não foi possível a sua listagem. Isto deve-se ao facto de as mesmas se encontrarem protegidas. Desta forma o sistema responde com uma mensagem de erro. Resolva novamente este problema, mas desta vez redireccionando estes erros para um ficheiro de nome ‘erros’

15. crie uma directoria de nome ‘bin’ na sua pasta de trabalho em que não é permitido aos outros utilizadores, escrever, ler ou executar algum comando dentro dela.

16. utilize a linha de comandos para criar as seguintes directorias

f1_tab1

16b. assumindo que a sua mascara de criação é 022 e todos os ficheiros “fich.txt” não tiveram as suas permissões alteradas desde a sua criação, assinale com um ‘X’, todas as operações que um utilizador do seu grupo poderá realizar:

f1_tab2

16c. inicie uma sessão na maquina virtual com outro utilizador (login) que pertença ao grupo ‘so1’, e verifique se o resultado está correcto

17. conte o numero de ficheiros que existem na sua directoria, utilizando para comandos em UNIX

18. crie na sua directoria pessoal uma outra directoria de nome ‘direct’. Dentro desta crie outra de nome ‘dir’, por ultimo esta deve conter um ficheiro de nome ‘fich’.

18b. Utilizando apenas um comando do UNIX, tente copiar a directoria ‘dir’ e o respectivo ficheiro ‘fich’, para a sua directoria corrente.

18c. Utilizando novamente só um comando, tente apagar as directorias e o ficheiro criado.

19. utilizando comandos UNIX, crie um ficheiro de nome ‘grupos.txt’ que contém os nomes de todos os grupos a que pertencem os ficheiros da directoria ‘/etc’. Neste ficheiro ‘grupos.txt’ não deve haver repetição de palavras.

20. apresente no visor a primeira linha do ficheiro ‘grupos.txt’

20b. apresente agora as primeiras 5 linhas do ficheiro ‘/etc/passwd’

20c. da mesma forma visualize as linhas compreendidas entre a linha 8 e o fim do ficheiro ‘/etc/passwd’.

21. coloque num ficheiro de nome ‘resto.txt’, as ultimas 13 linhas do ficheiro ‘etc/passwd’

22. tente encontrar o ficheiro de nome ‘group’ nas directorias do sistema, utilizando para isso um só comando do UNIX. Envie os erros para um ficheiro de nomes ‘erros’

23. estabeleça uma ligação simbólica para o ficheiro ‘grupos.txt’, utilizando um outro ficheiro de nome ‘grupos.ligacao’, em que o caminho (path) para o ficheiro ‘grupos.txt’ se inicia na raiz

24. visualize o conteúdo do ficheiro ‘grupos.ligacao’. remova o ficheiro ‘grupos.txt’. Tente visualizar novamente o conteúdo do ficheiro ‘grupos.ligacao’. O que é que aconteceu?

25. suponha que o resultado do comando ‘ls’ é o seguinte

f1_tab3

25-i. qual o resultado da execuação do comando echo “teste…” >> dados.bak por outro utilizador do sistema?

25-ii. qual o comando a executar de forma a permitir o acesso (letirua e escrita) ao ficheiro temp.txt pelos utilizadores do grupo users

25.iii identifique os diferentes tipos de ficheiros listados em cima.

 

 

 

 

 

Tags : ,